Procurar por:
Vendedores / Produtos   
  
       
 
 
POESIA - O DITADOR
Descrição: (Márcio )

Ele sai,

Da casa dos pais,

Ele quer ser pintor.

Mas por mais que ele pinte,

Não é bom artista.

Na Grande Guerra realiza,

Sonhos de sangue.

Ao iniciar os anos 20,

Ainda é só mais um na multidão.

Entra no partido nacionalista,

Que prega a discriminação.

Dá um golpe,

Vai para a prisão.

Aproveita o tempo de sobra

Onde escreve sua obra

De ideias insanas.

Sai depois de algum tempo,

Ah! Vislumbres históricos de horrorosos sofrimentos!

Já há muitos heil!

Prenúncio de milhões de ais,

Que virão adiante,

Quando seu país se virá diante

Do poder absoluto de um ditador,

Que um dia já quis ser pintor!

 

Márcio Rodrigues-17/09/2011

Valor:
Formas de pagamento:

 
 
 
« Voltar
 
 
DADOS DO VENDEDOR
Márcio
3333-5555
9999-7777
marciojrodrigues@hotmail.com
Rua dos Timbiras, Jurunas
Belém/PA - CEP: 66000000
ÚLTIMOS LANÇAMENTOS
Poesia - Dia do Trabalho - (Arte) [Leia + ]
Poesia - Um amor verdadeiro - (Arte) [Leia + ]
Cartão postal personalizado - (Arte) [Leia + ]
Peso de porta - (Decoração) [Leia + ]
Desenho - avestruz - (Arte) [Leia + ]
Poesia - Natal de amor - (Arte) [Leia + ]
Poesia - Guerra na Síria - (Arte) [Leia + ]
 
Desenvolvido por:
CentrallWEB
Portal Revelar Talentos - [ Quem somos ]
contato@revelartalentos.com.br
Sistema Anti-Stress