Procurar por:
Vendedores / Produtos   
  
       
 
 
CONTO - MEU AMOR VOLTOU.
Descrição: (cris )

Tudo começou há muito tempo atrás, quando a mulher não tinha direito de escolher seu amor, pois a família quem escolhia  seus maridos e se fosse de família nobre rica era mais complicado.

Enquanto meninas ainda eram pequenas, seus pais firmavam compromissos  e muitas só conheciam os noivos no dia do casamento.

O que não foi o caso de Katarina, pois seu prometido era um primo seu, Eduardo.

Katarina era filha  única de um rico fazendeiro, dono de muitas terras e gados.

"Seu" Renato era muito orgulhoso e falso moralista, tratava sua mulher,  "dona"  Ana, como um capacho, totalmente como seu dono e a sua filha também.

Katarina foi prometida ao seu primo desde pequena. Ele, porém, com alguns anos mais a sua frente.

Eduardo foi para outra cidade formar-se de doutor e só voltaria depois de formado, para casar com a prima.

Katarina era muito estudiosa e inteligente,  mas muito topetuda. Sempre batia de frente com seu pai. Mesmo pegando surras, queria ir para capital estudar, mas seu pai não deixou, pois temia que ela se apaixonasse por alguém e não aceitasse  mas o casamento arranjado.

Katarina tocava piano, pintava, era louca por crianças e muito  sonhadora e romântica. Sempre sonhou com um príncipe encantado que a levasse para longe dos desmandos de seu pai.

Katarina adorava cavalgar, mas sempre ia acompanhada com Lalá, sua fiel babá e amiga.

Quando katarina fez 16 anos, foi a época que seu pai contratou muitos trabalhadores para ajudar na lida da fazenda. E, no meio deles, chegou  á fazenda Lopes, que era um rapaz lindo, um italianinho de olhos verdes como duas esmeraldas, sorriso encantador e lábios rosados.

Lopes era muito prestativo e logo se mostrou o melhor de todos entre os demais.

Certo dia, quando Katarina foi  cavalgar como de costume com Lalá parou na beira do rio e ficou ali contemplando a natureza. De repente,  se deparou com o rapaz. Quando seus olhares  se cruzaram  algo aconteceu com ambos. A moça não deu uma palavra, ficou muito nervosa e saiu do lugar. Katarina ficou com o rapaz na cabeça a noite toda e até sonhou com ele.

No outro dia, na mesma hora, foi ao rio, e acontecendo o mesmo depois de uma semana. Então, ambos criaram coragem de se falarem. Eles se apresentaram, conversaram e tinham muito em comum. Tirando o fato que ela era a filha do patrão logo se tornando  grandes amigos  e  confidentes.  O tempo passou e os dois, ficaram  mais próximos ainda. O capataz Luiz contou que ela já tinha um noivo rico, mas já era muito tarde, pois Lopes já estava apaixonado por ela.

Katarina, por sua vez, estava na mesma. Mas sabia que era um amor impossível.

Seu pai desconfiou de seu comportamento e a proibiu das cavalgadas. Ela só iria se ele fosse junto.

A moça,  então, não podendo ver mais seu amado, ficou muito doente e não queria sarar, recusando-se a tomar os remédios.  Estando ela mal há duas semanas, Lalá foi até Lopes e contou tudo. Ele preocupado, mandou um bilhete declarando seu amor e pedindo que aceitasse os remédios, para que vivesse por ele, pelo seu amor.

Quando Katarina leu tudo e no fim do bilhete dizia: "TE AMO LOUCAMENTE."

Ela ficou muito emocionada e fez o que seu amor pediu.

Eles ficaram meses só trocando bilhetes e Lalá era a portadora.

Até que ela teve uma ideia. Combinou com Lalá à noite deixar  uma escada  no pé de sua janela. Ela vestiria suas roupas e iria pegar o cavalo no meio do caminho, indo ao encontro do seu amor. Lopes, com receio de algo dar errado, quase não foi, mas seu amor falou mais alto.

Tudo foi bem planejado. A lua estava muito clara, o céu com muitas estrelas. Tudo muito propício. Quando os olhos se cruzaram, não houve uma só palavra. Apenas um longo beijo, um abraço tão apertado, como se eles quisessem sucumbir  em só corpo. katarina não resistiu ao amor e ao desejo. Loucura que sentia por Lopes. Foi ao céu e voltou em seus braços. E assim foram várias noites de amor a beira do rio e ao luar.

Algum tempo depois, Katarina começou a sentir enjoos, tonturas e ficou muito mal. Desconfiou estar grávida. Contou a Lopes que pensou em fugir com a moça.

Com tempo, Katarina não conseguia esconder seus quase 5 meses de gravidez. Seu pai chamou o medico e foi tudo descoberto. Seu pai ficou louco de raiva e  queria saber  quem  desgraçou sua filha. Ele espancou "dona" Ana, a culpando. Torturou Katarina, que foi obrigada a contar tudo.

Seu pai mandou matar Lalá  e chamou 3 peões que foram à procura de Lopes. Bateu em Katarina e, quando encontrou Lopes, mandou arrastar a filha até o mato  aonde estava Lopes. Amarrado, pegaram o rapaz, bateram torturaram e o mataram, esquartejando-o. Tudo isso na frente de Katarina, que implorava  para que não matassem seu amor.Tudo em vão! Lopes, em seus últimos momentos, falou:

"CUIDA BEM DO NOSSO BEBÊ. EU TE AMO E IREI VOLTAR PARA VOCÊ".

Katarina gritava para o pai: "assassinoooo!".

Ele, por sua vez, a espancou tanto, que ela teve um aborto. Daí em diante, ela ficou muito doente, não comia e morreu.

Muitos anos depois, nascia na Itália Daniel e no Brasil Paola. Ele, de família nobre, muito culto, lindo, com lindos olhos verdes e muito sedutor, casou-se e teve gêmeos. Depois, separou-se nunca foi feliz com sua esposa. Era como se algo faltasse.

Ela nasceu no Brasil, chamando-se Paola de família humilde simples. Teve que trabalhar muito jovem, quase não pôde estudar. Também casou-se mais sempre buscou algo que não sabia. Era como se sentisse incompleta.

Por ironia do destino, Daniel veio ao Brasil e a conheceu, de forma meio diferente. Paola fugiu de Daniel. Tinha medo de se apaixonar, porque ainda era casada [seu pai antes, agora era seu marido].

De novo Katarina, agora Paola, sabia que poderia ser um amor impossível.

Paola lutou muito, mas foi derrotada pelo amor. Ela e Daniel ficaram 5 anos separados, amando-se a distância.

Depois de muita dor, sofrimentos, lágrimas, no dia 15 de outubro, Daniel decidiu ir até a sua amada Seu marido Antônio, que já não a amava mais, também não iria deixá-la ficar com outro.

Paola, com muito medo, foi ao encontro de seu grande amor. Muito nervosa, não sabia o que fazer, como agir o que dizer.

A única coisa que sabia, era que amava Daniel com toda força de seu ser e que o desejava com loucura.

Marcaram de se encontrarem em uma praia.

Paola sempre sonhou  com este encontro.Quando chegou ao encontro, Paola não teve como não se entregar ao seu amor Daniel.

Foi lindo, mágico, perfeito, do jeito que ela imaginou. A moça chorou de emoção. Era como se já tivesse  vivido aquilo antes. Depois Daniel precisou voltar a sua cidade e, algum tempo depois, ela descobriu sua gravidez. Não queria abortar, mas não sabia o que fazer, pois seu marido estava  sem ter nada com ela uns 3 meses. Logo saberia que o filho não era dele. 

Ela decidiu ficar com o bebê. Escondeu o quanto pôde a sua gravidez. Entretanto, com 4 meses não deu mais. Seu marido quando soube a espancou, torturou, ameaçando matá-la   e forçou contar quem era o pai.

Dessa vez foi diferente. Paola,  assim que se livrou dele, foi à delegacia e fez ocorrência. Ele foi preso  e ela enfim foi embora, tendo seu filho perto de seu amor.

Moral: "Nada é por acaso. O amor não morre, apenas adormece. Ninguém foge de seu destino, seja ele qual for. E a justiça tarda, mas não falha!"


Valor:
Formas de pagamento:

 
     
« Voltar
 
 
DADOS DO VENDEDOR
cris
revelartalentos@yahoo.com.br
,
belém/PA - CEP:
ÚLTIMOS LANÇAMENTOS
Napoleão - Uma poesia histórica - (Arte) [Leia + ]
Poesia - Homenagem ao primo Álvaro - (Arte) [Leia + ]
Caricatura - Chimbinha e Joelma - Banda Calypso - (Arte) [Leia + ]
Arte Digital - Garfield 2 - (Arte) [Leia + ]
Conto - O Doutor - (Arte) [Leia + ]
Poesia - A Revolução Francesa - (Arte) [Leia + ]
Poesia - O Brilho da noite - (Arte) [Leia + ]
 
Desenvolvido por:
CentrallWEB
Portal Revelar Talentos - [ Quem somos ]
contato@revelartalentos.com.br
Sistema Anti-Stress